pedro@pedrowerner.com.br    |   

O que é a Degeneração da Mácula Relacionada à Idade?

Conceito

A mácula está localizada no centro da retina e é responsável pela formação de imagens traduzidas para o cérebro através de impulsos elétricos do nervo óptico. Quando essa estrutura se degenera, passa a ser a principal causa de cegueira na população acima dos 50 anos. 

A degeneração é causada por depósitos de restos celulares que formam cristais no fundo do olho, destruindo os fotorreceptores da região e desencadeando uma proliferação desordenada de vasos sanguíneos. O resultado é a formação de cicatrizes que afetam a integridade da mácula, comprometendo a visão central e a capacidade de distinguir cores. 

Sintomas e Classificação

Os sintomas aparecem na medida que a doença vai evoluindo, geralmente quando a degeneração é atrófica ou seca. Esse tipo é responsável por 90% dos casos, tem progressão lenta e perda parcial da visão, provocando sinais como visão borrada e com manchas no campo central, pontos luminosos, redução da sensibilidade e da adaptação aos contrastes de luz, linhas distorcidas e tortuosas, necessidade de iluminação intensa para leitura. O outro tipo de degeneração é Exsudativa ou Úmida - responde por 10% dos casos, surge repentinamente e acarreta em perda total da visão.

Causas e Diagnóstico

As causas da doença ainda não estão completamente esclarecidas, mas há fatores de risco que facilitam o desenvolvimento, tais como: predisposição genética, exposição exagerada ao sol, hipertensão, obesidade, dieta rica em gorduras e pobre em frutas/ verduras/zinco, tabagismo ativo e passivo. Exames específicos como a retinografia e a angiofluoresceinografia podem confirmar o diagnóstico.

Tratamento

O tratamento é baseado, especialmente, numa mudança de hábitos. A dieta deve ser restrita de alimentos gordurosos e abundante em frutas, folhas verdes, grãos integrais, peixes e oleaginosas (nozes, castanhas e amêndoas). O peso e a pressão também devem estar controlados. Paralelamente a esses cuidados, há opções de terapias para controlar a proliferação de vasos sanguíneos, condição típica da degeneração macular - a terapia fotodinâmica e a injeção intraocular de ranibizumab e bevacizumab estão entre elas. A intervenção cirúrgica para extrair os vasos aparece como última opção.

Prevenção

Como prevenir é sempre melhor que remediar, recomenda-se evitar cigarro, cuidar da alimentação (com atenção especial a alimentos ricos em vitaminas e sais minerais, além de suplementos com propriedade antioxidante) e consultas periódicas ao oftalmologista. 

Fonte: Medical Site

31 de Outubro de 2019